terça-feira, 31 de maio de 2016

MAROTTA OTIMISTA QUANTO A DANI ALVES

Brasileiro deve ser anunciado nos próximos dias na Juve

Giuseppe Marotta, que não pode ver um microfone, falou à imprensa na última segunda-feira sobre alguns alvos da Juventus no mercado.

Questionado sobre os boatos que surgiram nos últimos dias sobre Daniel Alves, o diretor geral bianconero disse estar otimista com a negociação com o lateral de 33 anos que deve chegar a custo-zero.

"Estamos focados na negociação com Daniel Alves, a chegada dele não significa a saída de Lichtsteiner", desmentiu Marotta boatos de que Licht estaria de saída. 

"Queremos o hexa e dar o nosso melhor na Champions, é por isso que quero fazer o nosso melhor no mercado de transferências." 

Sobre Morata, Marotta afirmou que se reunirá com o Real Madrid na próxima semana para discutir a situação do atacante na tentativa de manter Morata na Juventus, mas que deverá avaliar o interesse do Real e a vontade do jogador, não excluindo negociar por outros jogadores. Kroos e Isco têm sido especulados na Juve.

Perguntado sobre Mascherano e Andre Gomes, o diretor foi enfático: "Negociações difíceis, mesmo que sejam dois interessantes jogadores."

"Vamos aperfeiçoar o time com poucas contratações, mas de grande qualidade. Também temos que adequar o elenco para as novas regras da FIGC", concluiu Marotta.

As novas regras a que se refere serão válidas a partir da próxima temporada na Serie A e estabelecem a inscrição de 25 jogadores para a disputa do campeonato, com a obrigatoriedade de 4 deles serem formados no clube e mais 4 formados na Itália. Sobre isso o Murilo Moret falou melhor aqui no Gazzebra.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

MAROTTADA DO DIA: JUVE TEM O SIM DE MASCHERANO

Masch deve comunicar ao Barcelona seu interesse de mudar de ares

Uma bomba no mercado bianconero!

As fontes mais confiáveis, como Gianluca Di Marzio, afirmam que a Juventus tem acordo com o argentino Javier Mascherano e a permissão por parte do jogador para negociar sua compra com o Barcelona.

Segundo Di Marzio, os contatos com os empresários do argentino de 31 anos já duravam 15 dias e finalmente Mascherano teria manifestado seu desejo de ir para a Juventus.

A parte mais difícil do negócio ainda não está resolvida, a Juve agora entra em contatos com o Barcelona para acertar o negócio pelo zagueiro-meia e o clube catalão não parece muito disposto a negociar.

Mas Marotta já tem o sim de Mascherano.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

A COPPA DE MORATA

Não se vá :(

Alvaro Morata entrou e decidiu. O goleador espanhol deu o 11º título da Coppa Itália para a Juventus no último sábado ao entrar já na prorrogação e fazer o único gol da partida que até então tinha domínio rossonero.

Decisivo, nenhum outro jogador nas cinco principais ligas europeias fez tantos gols saindo do banco de reservas como Morata nas duas últimas temporadas, foram dez tentos.

A passagem de Morata por Turim pode estar próxima do fim. A cada dia os jornais especulam mais sobre o futuro do jovem espanhol longe da Juventus. 

O Real Madrid pode exercer seu direito de recompra pela quantia de 30 milhões de euros e ter de volta sua cria da base ou repassá-lo para outro clube.

A Juventus parece disposta a tentar segurar o atacante oferecendo aos merengues 25 milhões de euros. Na outra ponta aparecem Chelsea, agora comandado por Antonio Conte que o levou para a Juve, e Arsenal com os rios de dinheiro do futebol inglês.

Da força e do potencial de Morata ninguém desconfia, inclusive Allegri, que pediu que o jogador pensasse na sua permanência na Velha Senhora para poder crescer mais como jogador.

O futuro é incerto, o camisa 9 de gols decisivos deixará saudades se for embora. 

Que não tenha sido o gol da despedida.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

JUVE PODE FAZER HISTÓRIA AMANHÃ

Allegri escreverá seu nome na história do futebol italiano se vencer a Coppa

A Juventus entra em campo nesse sábado em sua última partida da temporada 2015/16 podendo fazer história.

Após a conquista do campeonato italiano a Juve tentará a conquista da Coppa Itália, a dobradinha que aconteceu na temporada passada com a conquista dos dois torneios máximos da Itália, só aconteceu antes duas vezes na história da Juventus, nas temporadas 1960/61 com o time comandado por Carlo Parola e em 1994/95 sob o comando de Marcello Lippi.

Nesta temporada o time de Allegri pode repetir o feito da temporada passada, o que nunca aconteceu na história do futebol italiano, um clube vencer Serie A e Coppa por duas temporadas consecutivas.

Vencer por dois anos seguidos a Serie A e a Coppa Italia, amanhã a Juve pode escrever a história do calcio mais uma vez.

Forza Juve!

quinta-feira, 19 de maio de 2016

6 ANOS DE ANDREA AGNELLI NA PRESIDÊNCIA: 6 ACERTOS E 6 ERROS

Andrea Agnelli está escrevendo seu nome entre os dos maiores presidentes da Juve
 
Neste 19 de maio de 2016 Andrea Agnelli completa seis anos de presidência na Juventus. O quarto Agnelli a dirigir a Velha Senhora chegou a Juve com a missão de retomar a hegemonia bianconera em território italiano e levar as cores da Juve de volta ao topo europeu e tem feito bem. Em seis campeonatos italianos disputados são cinco conquistas, ainda com um vice-campeonato europeu, uma Coppa Itália e três Supercoppas.

Andrea está cumprindo com o que se propôs a fazer, listamos abaixo seis acertos e também seis erros do período de Andrea Agnelli na presidência da Velha Senhora.

Os 6 acertos

Marotta e Paratici
 
A dupla de dirigentes Giuseppe Marotta e Fabio Paratici foi contratada para cuidar do futebol da Velha Senhora assim que Andrea assumiu a presidência. Juntos foram responsáveis por contratações de alto custo-benefício como Barzagli, Pirlo e Pogba. Ao lado de Andrea são os responsáveis diretos pelo extraordinário desempenho da Juve em campo durante a era Andrea Agnelli.
 
Pavel Nedved
 
Sob o comando de Andrea Agnelli a Juventus abriu as portas para a lenda checa ser diretor. O trabalho de Nedved nos bastidores certamente o levará para voos mais altos. Deverá ser o sucessor de Andrea na presidência.
 
Revolução nos contratos de patrocínio
 
O desempenho em campo aliado com o trabalho do presidente nos bastidores rendeu melhoras financeiras para o clube. A troca da Nike por Adidas e a chegada da Jeep, por forte influência de Andrea por ser empresa comandada por sua família, representam grande salto da Juve no quesito financeiro.
 
 JLegends
 
Projeto de Andrea que aproxima ex-jogadores, tais como Trezeguet, Davids e Torricelli, do clube onde se consagraram. O trabalho de alguns deles não se restringe a apenas representar a Juve em jogos de jogadores aposentados, mas também em participar de eventos promocionais do clube mundo afora.
 
Busca pelos Scudetti revogados
 
Desde que assumiu a presidência Andrea Agnelli tenta reverter nos tribunais os scudetti revogados pelo farsopoli. A tarefa não é fácil mas representa a indignação de todos os bianconeri com o caso.

Liberdade para direção de futebol e técnicos

Andrea Agnelli não é do estilo de presidente que faz do time de futebol o que quer. Desde que assumiu a Juve sempre tem dado liberdade e respaldo para os responsáveis pelo time, no caso Marotta e a comissão técnica, conduzirem o futebol da forma que que entendem melhor.

Os 6 erros

Relação com Del Piero

O camisa 10 dispensa apresentações, mas a forma que foi conduzida sua saída do clube merece maiores explicações que não foram dadas até hoje. Na minha opinião o maior erro de Andrea Agnelli até hoje no comando da Velha Senhora.

Distanciamento dos cartolas italianos

A postura de Andrea no caso farsopoli e o desempenho da Juve em campo o faz ser distante dos dirigentes da FIGC. Não sei estimar até que ponto isso afeta o clube, mas certamente seria melhor ter maior aproximação deles, ou não?
 
Menor investimento na Juve que em outros braços esportivos do grupo Exor
 
O grupo Exor é a holding comanda pela família Agnelli que detém as ações de empresas como Juve, Ferrari, FIAT e etc. Como todo empresa, o maior objetivo da Juve no final do ano é fechar o balanço no azul. Mas a proporção dos investimentos feitos na Velha Senhora se comparados com o que é investido na equipe de Fórmula 1 da Ferrari, por exemplo, não condiz com o que o clube de futebol representa para a família. Ponto negativo. 
 
Del Neri 
 
Agnelli errou na primeira escolha de técnico do seu mandato como presidente, para nossa sorte acertou nas seguintes.

Jorge Martínez

A contratação de pior custo-benefício da história da Juventus coube à Agnelli, Marotta e Del Neri. Cornetas para eles.

Liberdade para direção de futebol e técnicos
 
Como assim? Acerto e erro ao mesmo tempo? Sim, uma faca de dois gumes. A liberdade que Andrea dá para as decisões técnicas de Marotta e comissão técnica poderia ter evitado casos como a saída de Vidal para o Bayern e cláusulas questionáveis em contratos como os casos de Morata e Coman. Ausência do presidente.