segunda-feira, 4 de março de 2013

Juventus - Celtic... passado


A Juventus jogou duas vezes em Turim contra o Celtic e ambos os jogos foram  extremamente emocionantes.

Em 1981-82, os bianconeri tiveram o difícil desafio de acabar com a desvantagem sofrida em Glasgow, onde o Celtic venceu por 1 a 0. Para isso Trapattoni (técnico da Juve) levou a campo a seguinte formação: Zoff, Gentile, Cabrini; Furino, Brio, Scirea; Marocchino, Tardelli, Bettega, Brady, Virdis. A equipe conseguiu reverter à desvantagem através do excelente primeiro tempo, em que a Juve fez dois belos gols. O primeiro foi de Virdis, já o segundo foi de Bettega.

Vinte anos mais tarde (2001/2002), no Delle Alpi tivemos o jogo da volta da fase de grupos daquele ano, sendo que o jogo de ida na Escócia a Velha Senhora saiu derrotada por 4 a 3, com os gols sendo descontados por Del Piero e David Trezeguet fazendo dois. Já no jogo em Turim, entre os escoceses jogaram Lennon, que é o atual técnico do clube e o sueco Larsson que era a estrela do time. Marcello Lippi (técnico da Juve) optou pelos seguintes 11 jogadores: Buffon, Thuram, Montero, Iuliano, Zenoni, Tacchinardi, Davids, Pessotto, Salas, Trezeguet, Del Piero. Foi um jogo interessante e mostrou um Trezeguet inspirado. O atacante francês marcou duas vezes aos 45’ e o outro aos 55’. As assistências foram de Salas no primeiro e Del Piero no segundo. A vantagem não foi suficiente, acarretando no empate do Celtic com os gols de Petrov aos 67’ e de Larsson aos 85’ de pênalti. Mas a emoção se excedeu um pouco mais com Nicola Amoruso colocando novamente a Juventus em vantagem com um gol de pênalti aos 89’ e decretando o placar em 3 a 2 para a Juve.

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu q ñ tava inspirado cara na hora d digitar kkk... Valeu.

      Excluir
    2. AHUEAHEAHUEAU, pode crer. é nós.

      Excluir